Aliança Brasil e EUA

Brasil e Estados Unidos deverão alcançar até o final de 2009 o objetivo comum de transformar o etanol em commodity, com a adoção de padrões mundiais específicos de produção e de qualidade desse biocombustível. Em visita ao Brasil, Reuden Jeffery, subsecretário de Estado americano de Assuntos Econômicos, de Energia e de Agricultura, avaliou que a cooperação bilateral na área de biocombustíveis, iniciada em março de 2007, registrou avanços.

“Os EUA vêem a cooperação na área de biocombustíveis como um dos principais componentes da sua relação com o Brasil. Qualquer diferença que tenha surgido não abala nossa confiança na parceira”, afirmou Jeffery, depois de encontrar-se com o subsecretário de Energia do Itamaraty, embaixador André Amado.

Nos últimos dois dias, Jeffery reiterou a autoridades brasileiras a expectativa dos EUA de aprofundar a cooperação bilateral na área energética. Em princípio, essa parceria foi considerada como política de Estado e tende a desenrolar-se independentemente da mudança de governo que será desencadeada a partir das eleições presidenciais de 5 de novembro.

X