Álcool: “produção abaixo da meta não compromete mercado”, diz Ministro

O ministro da Agricultura afirmou que os usineiros vão produzir 540 milhões de litros de álcool até o fim deste mês, 10% a menos do que o previsto pelo acordo feito entre o setor e o governo. Ficou um pouco abaixo do acordo, mas foi pouca coisa. O abastecimento não será comprometido, disse.

O que levou à quebra da chamada safrinha foi a falta de acordo entre usineiros e fornecedores de cana. Os produtores queriam que as usinas pagassem mais pela cana, que seria entregue com produtividade menor.

As usinas se negaram, e a maioria dos plantadores independentes não entregou o produto. Para produzir álcool, as usinas tiveram de colher praticamente toda a cana plantada em suas próprias fazendas, até aquela que seria colhida normalmente em agosto ou setembro.

X