AL quer ampliar exportação para Europa

Alagoas quer conquistar sua fatia na cota preferencial de exportação do açúcar refinado e outros derivados da cana para o cobiçado mercado europeu. Isso pode significar um aumento de 450 mil toneladas no volume de exportação do produto alagoano, com um incremento de até 40% em relação ao praticado em outros mercados, segundo informou o presidente do Sindicato das Indústrias do Açúcar e do Álcool do Estado de Alagoas, Pedro Robério Nogueira.

Os entendimentos para a abertura desse mercado foram tratados ontem com o embaixador da União Européia para o Brasil, o português João Pacheco, que esteve em Maceió para conhecer a realidade da produção local. Ele visitou as instalações do Terminal Açucareiro do Porto de Maceió para avaliar as condições, reuniu-se com produtores e com o senador João Tenório no Sindaçúcar, e foi recebido pelo governador Teotonio Vilela Filho, no Palácio.

X