Ajuda do mercado norte-americano

Enquanto o setor sucroalcooleiro requer ajustes, a crescente demanda norte-americana pelo etanol à base de cana-de-açúcar já pressiona os preços, que estavam nos menores níveis nos últimos dois anos. As importações do etanol brasileiro pelos EUA deram um salto de quase nove vezes em 2012 até outubro, na comparação com igual período do ano anterior, refletindo também o fim, há um ano, da barreira tarifária que existiu por três décadas. As vendas do Brasil para o país da América do Norte somaram 1,27 bilhão de litros nos primeiros 10 meses de 2012. A tendência é de esse avanço continuar em 2013. Segundo analistas, a abertura do mercado e a expectativa de uma maior procura doméstica terão importante papel na recuperação da rentabilidade dos produtores nacionais. Em favor disso, está a legislação norte-americana voltada a uma maior participação do biocombustível de cana nos automóveis, ajudando no declínio da produção local de etanol a base de milho.

X