Agricultores da Birmânia lutam por seus direitos

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Na Birmânia, país asiático vizinho ao Vietnã, onde o regime militar imperou por vinte seis anos e foi recentemente dissolvido, o antigo regime ainda se faz presente no setor açucareiro. O General Myint Soe, reuniu centenas de agricultores da cidade de Kanbalu, para discutir possível compensação pela apreensão indevida de terra, para um projeto de cultivo de cana-de-açúcar, de acordo com o “Myanmar’s Eleven”.

Os agricultores afirmam que o exército apreendeu mais de 15 mil hectares de terra para uma usina de açúcar chamada de Zigon, mas as autoridades dizem que foram apenas sete mil hectares.

A reunião no entanto acabou fracassando, pois de acordo com relatos dos agricultores posteriormente, o governo não vai devolver as terras, a não ser que os agricultores aceitem plantar cana-de-açúcar e repassem a produção para a usina em questão.

a28321ba8f3530fc856783a3123dd44c_Generic
General Myint Swe à esquerda

“ O General Myint Soe nos disse para não contar a ninguém sobre o que foi discutido nesta reunião e este será o único acordo possível”, disse um agricultor chamado Daw Soe.

Soube-se que vários agricultores insatisfeitos deixaram a reunião antes do término da mesma. Um outro participante relatou que a expectativa era muito grande e acabou não se concretizando.

“Ficamos esperando por esta reunião desde cedo. Estávamos com esperança de que as negociações trariam algum benefício para os agricultores, ao invés disso, foi muito pior do que qualquer reunião que já tivemos e mais desagradável”, disse um agricultor da aldeia de Ngatpyawtine.

Os agricultores ressaltaram que não vão desistir de suas terras e vão continuar lutando.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.