Açúcar: Petróleo e dólar

petrol2O retorno do petróleo ao campo negativo no mercado ontem teve forte impacto sobre os preços do açúcar demerara na bolsa de Nova York. Os lotes para maio fecharam em 15,64 centavos de dólar a libra-peso, queda de 31 pontos. Houve também pressão do dólar, que subiu ante o real, favorecendo as vendas do Brasil, maior exportador de açúcar do mundo. Esses dois fatores têm ditado o movimento do mercado nos últimos dias diante da falta de mudanças nos fundamentos, segundo Bruno Lima, da FCStone. Os movimentos comerciais são limitados, sendo mais forte a atuação de fundos. Segundo Thomas Kujawa, da Sucden Financial, as tradings parecem estar mais focadas nas perspectivas para 2015. No mercado interno, o indicador Cepea/Esalq caiu 0,42%, a R$ 51,97 a saca de 50 kg.

(Fonte: Valor Econômico)

X