Açúcar: À espera de safra no Brasil, ICE encontra região de suporte

Os futuros de açúcar demerara fecharam em ligeira queda ontem na Bolsa de Nova York (ICE Futures US). A avaliação é de que os contratos encontraram uma nova região de suporte, entre os 15,60 cents e os 16 cents por libra-peso. Participantes aguardam o início oficial da safra 2016/17 no Centro-Sul do Brasil, e consequentemente as notícias advindas da nova temporada, para dar algum direcionamento mais claro às cotações.

O ciclo começa depois de amanhã, com expectativa de moagem entre 620 milhões e 630 milhões de toneladas, superando as 605 milhões aguardadas para o ano vigente. O etanol deve prevalecer no mix, mas espera-se um porcentual maior para o açúcar, com a produção podendo alcançar até 34 milhões de toneladas caso as condições climáticas não atrapalhem.

Por ora, as atenções voltaram para o câmbio no País. Nesta quarta-feira, o PMDB oficializou o desembarque do Governo, e o cenário de que a presidente Dilma Rousseff sofrerá impeachment ganha cada vez mais força. No geral, a avaliação é de que uma troca no Palácio do Planalto tende a jogar o dólar para baixo, desestimulando as exportações nacionais bem neste momento de intensificação dos trabalhos no Centro-Sul. Ontem, a moeda norte-americana ficou em R$ 3,6357 (+0,31%).

Maio recuou 8 pontos (0,50%) e terminou em 15,86 cents/lb, com máxima no dia de 15,93 cents/lb (menos 1 ponto) e mínima de 15,63 cents/lb (menos 31 pontos). Julho caiu 9 pontos (0,56%) e encerrou em 15,94 cents/lb. O spread maio/julho variou de 9 para 8 pontos de prêmio para o segundo contrato da tela.

Nos portos brasileiros, o total de navios que aguardam para embarcar açúcar diminuiu de 28 para 27 na semana encerrada quarta-feira passada (23), segundo levantamento da agência marítima Williams Brazil. O relatório considera embarcações já ancoradas, aquelas que estão ao largo esperando atracação e também as que devem chegar até o dia 9 de abril.

Foi agendado o carregamento de 961,89 mil toneladas de açúcar. A maior quantidade será embarcada no Porto de Santos (SP), de onde sairão 777,79 mil t, ou 81% do total. Paranaguá responderá por 16% (152,10 mil t) e Maceió, por 3% (32 mil t).

O Indicador de Açúcar calculado pelo Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea/Esalq/USP) fechou a terça-feira em R$ 76,70/saca, baixa de 0,18%. Em dólar, ficou em US$ 21,11 (-0,28%).

Fonte: (Agência Estado)

X