Acordo para vender álcool sai do papel

Saiu do papel o acordo fechado entre os empresários do setor sucroalcooleiro para exportar álcool. A Coimex Trading Company vai encabeçar a negociação de 1 bilhão de litros de álcool, respondendo por cerca de 70% do volume comercializado das usinas instaladas em São Paulo, de acordo com informações de fontes do setor. Pelo acordo, as usinas vão manter o álcool nas próprias instalações, mas o volume reservado será destinado ao mercado externo. Outras tradings, como ED&F Man e Alcotra, serão responsáveis pela negociação do álcool nos outros estados envolvidos na operação. Entre os grupos que fazem parte da negociação do álcool, estão Copersucar, Cosan e Crystalsev. Com a reserva de 1 bilhão de litros de álcool para ser negociada pelas tradings, o mercado interno deverá reduzir automaticamente a oferta no País, estimada em 11 bilhões de litros nesta safra, no Centro-Sul, um volume 10% maior que o produzido no ano anterior, segundo a União da Agroindústria Canavieira de São Paulo (Unica). A expectativa do setor é de que sejam embarcados 600 milhões de litros do produto brasileiro nesta safra, a 2002/03, 30% acima da anterior. A Copersucar foi responsável pela negociação de pelo menos 50% das exportações passadas, que somaram cerca de 400 milhões de litros de álcool. A safra de cana deste ano deve crescer entre 10% e 15%. (Gazeta Mercantil)

X