Abengoa inaugura planta de conversão de resíduos em biocombustíveis

Foi inaugurada esta semana em Babilafuente (Salamanca – Espanha), uma planta de conversão de resíduos sólidos urbanos em biocombustíveis da Abengoa. A planta tem a capacidade de processar 25.000 toneladas de resíduos sólidos urbanos (RSU), e produz 1.500 litros de bioetanol. A solução promete reduzir a dependência dos combustíveis fósseis e as emissões e maximizar a recuperação da fração orgânica dos resíduos sólidos urbanos e evitar o aterramento de mais de 80% dos resíduos sólidos urbanos

Segundo a empresa, o processo de conversão consiste em um tratamento combinado de fermentação e hidrólise enzimática, onde a matéria orgânica se submete a diversos tratamentos para se transformar em uma fibra orgânica rica em celulose e hemicelulose, que depois serão convertidas em bioetanol.

Para Manuel Sánchez Ortega, conselheiro delegado da empresa a planta evidencia a aposta da Abengoa na pesquisa e na inovação tecnológica, que lhe tem permitido manter uma vantagem competitiva em seus setores de atividade, liderando projetos com grande potencial tecnológico.

O executivo reforça também a importância da tecnologia para a economia espanhola em crise, gerando empregos verdes e contribuindo para a balança comercial do país ao evitar importações (Fonte: Página Sustentável)

img7280

X