8 resultados financeiros da São Martinho no primeiro trimestre da safra

sO Grupo São Martinho S/A, controlador de três usinas de cana-de-açúcar no interior paulista e sócio da Petrobras Biocombustível (PBio) na Nova Fronteira Bioenergia S/A, registra EBITDA ajustado de R$ 333,8 milhões no primeiro trimestre da safra 2016/17.

Os R$ 338,8 milhões (margem EBITDA de 47,0%) representam alta de 48,3% em relação ao primeiro trimestre da safra 15/16. Segundo a companhia, o aumento do indicador foi resultado do maior volume de vendas de açúcar e etanol combinado com melhores preços comercializados no período.

Confira outros 7 resultados financeiros da São Martinho no primeiro trimestre (1T17) da 16/17:

1

O EBIT ajustado do 1T17 totalizou R$ 176,7 milhões (margem EBIT ajustada de 24,9%), apresentando aumento de 74,9% em relação ao 1T16. O crescimento do EBIT ajustado foi pelos mesmos motivos que impactaram positivamente o EBITDA Ajustado

2

Em 30 de junho último, as fixações de preços de açúcar para a safra 16/17 totalizavam 664,5 mil toneladas ao preço médio de US$ 15,28 cents/pound, representando aproximadamente 74,1% de hedge referente a cana própria ou 64,7% do total

3

Além das fixações do açúcar, a São Martinho possuía NDF´s de dólar no montante de US$ 121,8 milhões com preços médios de R$ 3,89, destinados à exportação de açúcar da safra 16/17

4

No 1T17, a companhia sucroenergética iniciou as fixações de preços de açúcar para a safra 17/18 – 150,6 mil toneladas de açúcar fixado ao preço médio de R$ 1.565 /tonelada. Tal volume representa aproximadamente 15% de hedge referente à cana própria

5

Lucro líquido consolidado no 1T17: R$ 39,7 milhões

6

Dívida líquida consolidada: R$ 3,1 bilhões

7

Dívida líquida consolidada: R$ 2,6 bilhões

8

Dívida líquida/EBITDA: 2,20 x

 

X