Previsões da Bioagência sobre a produção de etanol na safra 18/19 do Centro-Sul

Rodrigues, da Bioagência: projeções (Foto: Arquivo)

A produção de etanol pelas usinas da região Centro-Sul do País deverá alcançar 29,4 milhões de metros cúbicos na safra 2018/19. O volume representa alta de 14,80% sobre a temporada anterior, que totalizou 26,09 milhões de metros cúbicos.

Os números são da comercializadora de produtos sucroenergéticos Bioagência, apresentados por Tarcilo Rodrigues, diretor da empresa, em evento da consultoria Canaplan realizado em outubro em Ribeirão Preto (SP).

A estimativa de produção final de biocombustível para a 18/19 no Centro-Sul confirma o foco alcooleiro da safra. Mas, segundo a Bioagência, o volume da atual safra não representa tanta elevação ante temporadas anteriores.

Na 15/16, por exemplo, as unidades do Centro-Sul totalizaram fabricação de 28,22 milhões de metros cúbicos, quebra de ‘apenas’ 1,18 milhão de metros cúbicos ante a projeção para a 18/19.

Conforme Rodrigues, a diferença entre as produções de etanol pelas safras está no volume obtido de biocombustível por tonelada de cana.

Na 18/19, que está em sua reta final, a projeção da empresa é de média de 52,8 litros por tonelada. Essa quantidade equivale a uma alta de 22,90% sobre a média da temporada anterior, de 43,8 litros por tonelada.

Mesmo na comparação com a safra 15/16, que também foi mais alcooleira, a 18/19 gerou 7,1 litros a mais por tonelada, uma vez que na 15/16 a média foi de 45,7 litros por tonelada de cana.

Leia também:

Gestão da mudança para garantir a sustentabilidade das empresas é tema de palestra de Josias Messias na 200ª Reunião do Gerhai

Confira projeções da Bioagência sobre a produção de etanol total na safra 18/19:

 

 

Comparativo da produção de etanol total na 18/19 ante a 17/18

Slides da Bioagência sobre a produção de etanol hidratado

 

Estimativa de produção de etanol hidratado na 18/19 ante a 17/18

 

 

 

X